Site Overlay

LeBron James “Dunked-On” Video Breakdown

Então o vídeo do telefone celular de LeBron James “ficando posterizado” finalmente chegou à web.

Pouco tentando juntar exatamente quem confiscou o vídeo do evento. Nike? O próprio LeBron? Quem é que iluminou de verde a apreensão desta filmagem?
Posso pôr de lado a minha teoria de que Phil Knight, certificando-se de que ele podia controlar qualquer vídeo do evento, tinha o telemóvel especial da Nike que foi usado na LeBron Skills Academy em Akron, Ohio, quando Jordon Crawford atirou um por cima do Rei.
Pouco tentando descobrir o grande alvoroço. Isto não é uma parte do basquetebol quando jogado por homens que podem tão facilmente subir acima do aro?
Não é como se ele não tivesse sido mergulhado antes.
E além disso, LeBron nem sequer estava a guardar Crawford, que tinha um caminho claro para o aro. Não era o tipo dele. Crawford não o atravessou, nem sacudiu e cozinhou, nem fez nada remotamente, como o And1 Mix Tape Tour, para fazer LeBron parecer mal.
A maioria dos defensores nem sequer tentariam atrapalhar a defesa do afundanço. Então LeBron tenta jogar um “D” um pouco fraco e agora há um incidente internacional?
Seria como se Tim Lincecum desistisse de um home run de treino de rebatedores (se ele jogasse rebatedores) para uma liga menor e quisesse qualquer registro dele expulso, ou Tom Brady (quando ele não está tendo seu caminho com um super modelo) jogando uma picareta nos treinos no primeiro dia de treino e enviando seu pessoal em uma missão de busca e destruição para o vídeo.
Preposteroso. Tipo WWF. Só que no wrestling estaria no roteiro. Isto realmente aconteceu.
Acho que a Nike não tentou apagar as memórias de todos os espectadores em Akron naquela noite com alguma tecnologia nova que nós nem sequer conhecemos.
Os caras do sapato grande devem ter ficado chateados LeBron não conseguiu chegar às finais (então eles poderiam ter nos mostrado ainda mais daqueles bonecos de Kobe/LeBron coxo), mas isso não é maneira de lidar com isso.
Mau para a Nike, ruim para LeBron, mas bom para o YouTube.
Muitas vezes é o encobrimento, não o crime, muitas pessoas acabam se metendo em problemas por isso. Seja quem for o representante da Nike ou quem estiver por trás do confisco do vídeo, deve ser prontamente preso.
Se LeBron ordenou a ação, ele deve ser publicamente desprezado. Claro que nunca saberemos ao certo como a poderosa máquina de RP da Nike tomou conta desta operação.
Pense nisso, se o vídeo não for confiscado, podemos tê-lo visto no SportsCenter naquela noite, mas então teria sido isso. Em vez disso, temos a história de um cara chamado Jordan mergulhando sobre o King James, com espionagem envolvida, que não poderia ser melhor roteirizado.
Alguém vai perder a cabeça por causa disso, e eu duvido que seja o LeBron.

Ouvir na rádio aos sábados e domingos à noite – Sintonize o fim-de-semana de Patrick Mauro’s Sports Overnight America, das 22:06h à 1h PDT

Pode ligar para o programa no (800) 878-PLAY (7529)

Siga-me no twitter.com/radiopat

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.